banner_940x145px_txt (1).png

Suruba ideológica: os bastidores da união entre Igor, Danilo e Riverton Mussi


O eleitor cativo de Danilo Funke (PSOL) deve estar coma tremenda indigestão. Isso porque, é obrigado a engolir uma salada com ingredientes, digamos, bastante exóticos. A galera, que já teve que aceitar um acordo com Igor Sardinha (PT) , agora terá de engolir, como tempero, um indigesto Riverton Mussi. Tal como não se deve confundir azeite com detergente de cozinha, a mistura coloca lado a lado, no palanque os eleitores "Anti-Mussi" com o maior adversário político de sua ideologia. Afinal, foi contra os "Mussi" que Danilo se elegeu vereador em 2008 e, depois, vice prefeito em 2012, num amplo "projeto de mudança para tirar do poder a família que saqueou a cidade nos últimos 30 anos. A última frase foi em aspas, pois essas palavras foram estraídas, do próprio discurso de Danilo, vereador, em 2012. Quanta mudança!


A aliança com Igor (embora ele seja um aliado nato dos Mussi, com direito a desapropriação milionária -essa história eu conto depois) era até compreensível, já que PT e PSOL são do mesmo espectro ideológico e defendem, basicamente as mesmas bandeiras (aborto legal, liberação das drogas, entre outras bandeiras progressistas). No entanto, dividir palanque com Riverton, a quem Danilo se opôs durante toda uma vida política é jogar no lixo tudo o que ele construiu em seu campo de atuação ideológica. Afinal, mala nenhuma de Maricá pagará o preço que a história cobrará dessa aliança...


QUER SABER MAIS SOBRE IGOR SARDINHA? VEJA ABAIXO NO VÍDEO DA SÉRIE SOBRE OS PRÉ-CANDIDATOS MACAENSES. BASTAR DAR O PLAY






Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral