banner_940x145px_txt (1).png

Caçador de Fantasmas vira caça em Macaé


Numa operação digna dos reality-shows policiais norte-americanos, a Guarda Municipal de Macaé realizou uma apreensão cinematográfica hoje, com direito a filmagem em tempo real. O alvo da apreensão foi o nacional Robson Souza, que recentemente ficou conhecido por denunciar casos de supostos funcionários fantasmas na Prefeitura de Macaé (Leia aqui). Os cinco minutos de fama, como caçador de fantasma passaram rápido, mas Robson não ficou longe dos holofotes. Nas redes sociais, continuou disparando críticas, algumas pertinentes, outras nem tanto. Recentemente, aliás, virou um crítico mordaz da própria Guarda Municipal a quem acusou, em várias postagens, de "não trabalhar".

Bem, ontem segundo relato da Guarda Municipal, Robson estaria em um dia "vida loka" dirigindo perigosamente sua motoca, ultrapassando sinais e os limites de velocidade. Foi perseguido até o colégio municipal onde, ironicamente, atua como porteiro. Como estava com a chave do portão (algo que é ilegal, por si só), ele entrou no Colégio e se escondeu lá. Os guardas pularam o muro e efetuaram a prisão de Robson que foi conduzido à delegacia, prestou esclarecimentos, e liberado em seguida. Além do processo criminal por invasão, desacato e direção perigosa, o porteiro ainda enfrentará um Inquérito Administrativo e foi suspenso de suas atividades.

Nas redes sociais, o Porteiro alega perseguição política por, justamente, ser um crítico da Guarda. No entanto, ainda que estivesse "certo" na abordagem, não há como explicar a fuga e nem mesmo a invasão a um colégio para se esconder. Afinal, quem não deve, não teme. A grande ironia deste caso, aliás, é sobre as postagens do próprio Robson. Ele pediu por mais guardas nas ruas e, para o azar dele, conseguiu. 

Veja abaixo o vídeo dele sendo abordado pelos guardas:

#RobsonSouza #GuardaMunicipal

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral