banner_940x145px_txt (1).png

Ficha-suja, Armando Carneiro entra com recurso contra indeferimento


Alvo de condenações no Tribunal de Justiça (TJ-RJ), em uma delas com pedido de prisão, o ex-prefeito de Quissamã, Armando Carneiro teve seu registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral com base na Lei de Ficha-Suja. Rolos com a Justiça — Recentemente, Armando foi condenado a dois anos de cadeia, por irregularidades em um contrato de manutenção celebrado por sua gestão como prefeito de Quissamã, em 2007. Como é reu primário (e estamos no Brasil), a Justiça converteu a sua condenação ao pagamento de cestas básicas. Recentemente, o MP moveu uma nova ação contra o ex-prefeito e sua esposa, por irregularidades numa viagem internacional, com direito a uma "passadinha" pelo Caribe tudo, segundo o MP, bancado com o dinheiro dos contribuintes (leia sobre isso aqui) . O MP pede na ação a devolução do dinheiro gasto na viagem, a condenação de Armando e o afastamento cautelar de Alexandra do cargo de vereadora.

De acordo com a Lei Eleitoral, o candidato tem o direito de continuar normalmente com sua campanha, enquanto seu recurso tramita no TSE. No entanto, se até o dia da votação seu registro eleitoral continuar indeferido (o que deve acontecer), todos os seus votos serão contados como nulos na Urna.


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral