banner_940x145px_txt (1).png

Sindicato do servidores repudia greve ilegal no HPM


O Sindicato dos Servidores de Macaé (SIndverv), que é o legítimo representantes dos trabalhadores da Prefeitura de Macaé (incluindo o HPM) publicou uma nota hoje, em sua página no Facebook repudiando o movimento de greve, tramado por um sindicato do Rio de Janeiro (Sindisprev). O movimento, aliás, teve a adesão apenas 15 funcionários e não chegou a paralisar as atividades do jornal. Porém, um pequeno grupo de criminosos travestidos de grevistas (leia mais sobre isso aqui) tentou obstruir o atendimento da unidade. Conduta que é ilegal, de acordo com o Código Penal. Leia abaixo a íntegra da nota do Sindiserv.

"O Sindservi vem a público esclarecer que não existe convocação desta entidade para realização de greve no HPM, assim como não foi realizada assembleia geral deliberativa para este movimento. Trata-se de uma greve convocada por uma outra entidade, que não tem base no município e não possui legitimidade para representar o servidor da Prefeitura de Macaé, como já expressa decisão judicial. O Sindservi atua em total obediência à legislação em vigor, repudia qualquer ato que exponha a categoria em situação de vulnerabilidade diante das penalidades da lei e não corrobora com nenhuma iniciativa que venha afetar a prestação de serviços essenciais a população, se pautando por decisões coletivas emanadas em assembleia geral e com convocação prévia através dos meios de comunicação".


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral