Câmara aprova convênio para realização de quimioterapia no HPM

December 10, 2019

Por oito votos a favor e sete abstenções, a Câmara Municipal de Macaé aprovou a celebração de um convênio entre a Prefeitura de Macaé e o grupo IMNE, de Campos, para a realização do serviço de quimioterapia, pelo SUS, nas dependências HPM. O projeto foi bastante criticado pela bancada de oposição que questionou a viabilidade do projeto funcionar em um hospital de trauma e também surgiram questionamentos sobre a idoneidade da empresa conveniada, uma vez que a mesma responde a processos movidos pelo Ministério Público Federal por denúncias de mal atendimento em sua unidade em Campos.

 

No final, venceu o argumento do governo de que, mesmo com o serviço já sendo oferecido no Hospital São João Batista, em Macaé, há um excedente de 70 pacientes que ainda viajam para cidades como Campos, Cabo Frio e Niterói, por não conseguirem vagas para o atendimento em Macaé. "Acredito que precisamos sim de um novo local em Macaé para realizar este convênio, pois é melhor que estes pacientes sejam atendidos aqui do que viagem para outras cidades", argumentou o líder do Governo, Cristiano Gelinho (PTC) durante a defesa do projeto.

 

Já o líder da oposição, vereador Maxwell Vaz (SD) prometeu ir à procuradoria do Ministério da Saúde, em Brasília denunciar o projeto que, ao seu ver, tem vícios de ilegalidades, uma vez que não foi feita uma chamada pública ou processo licitatório para a escolha da empresa que prestará o serviço. 

 

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral