Varredor de rua indignado denuncia administração caótica de Carapebus

December 3, 2019

Mostrando a face mais perversa da corrupção e do abandono de Carapebus, um simples varredor de rua de Carapebus resolveu colocar a boca no Trombone e falar por toda a população. Ele tem sofrido na pele os reflexos da má administração da prefeita fantoche Cristiane Cordeiro e de seu marido, o prefeito de fato, Eduardo Cordeiro e, assim como os demais trabalhadores do município está com o salário atrasado. Desesperado, sem poder ao menos pagar o aluguel de sua casa, o humilde servidor, conhecido por todos como Lalau resolveu denunciar as autoridades locais, sem medo de represálias. 

 

"Eu sou um lixeiro, sou um varredor de rua, mas não tenho medo de ser mandado embora não. A gente tá sem salário, leva quinze dias para receber o salário do mês anterior, e o cara que trabalha é obrigado a ficar calado, pois se falar é mandado embora por vocês", denunciou.

 

No entanto, no alto de sua indignação e mesmo com toda a sua humildade, Lalau dá a dica para Carapebus sair desta situação. "Nós somos votantes, temos o nosso voto e se Carapebus está assim a culpa é nossa que votamos nesses caras. Tá na hora de mudar", disse.

 

ENTENDA O CASO — Conduzida pelo ex-prefeito Eduardo Cordeiro (que foi impedido de concorrer nas últimas eleições pela lei de Ficha Limpa, mas elegeu a esposa), Carapebus mergulha desde então em uma crise sem precedentes. Pacientes sem médicos, farmácias públicas sem remédio e servidores com salários sempre atrasados são só a ponta do iceberg do problema que se tornou a cidade. Recentemente a Câmara abriu um processo de Impeachment contra a prefeita por crime de responsabilidade fiscal, mas a mesma se sustenta no poder a custa de seguidas liminares conseguidas pelos mais caros escritórios de advocacia do Rio e Brasília.

 

Veja abaixo o vídeo:

 

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral