Maxwell Vaz sobre padrinho preso por corrupção: votei e votaria nele de novo

 

 

O vereador Maxwell Vaz (SD) usou a tribuna de hoje para rebater as notícias, veiculadas na última semana sobre o processo que responde (já com condenação em primeira instância) por manter um funcionário fantasma em seu gabinete (leia sobre isso aqui). Na ocasião, o mesmo usou de sua fala para rebater uma matéria, publicada aqui no blog, sobre o seu apoio ao deputado estadual André Correia, preso pela Polícia Federal em um desdobramento da Operação Lava Jato no Rio. "Votei e votaria de novo", disse o vereador, orgulhoso de seu apoio. 

 

André Correia foi preso acusado de receber 100 mil reais mensais de propina do ex-governador Sérgio Cabral, no esquema que ficou conhecido como "mensalinho da Alerj". Além dele, 10 outros deputados também foram detidos, sobre a mesma acusação, na operação da PF, conhecida como "Furna da Onça".

 

NÃO É FAKENEWS - Segundo o vereador, as notícias sobre seu processo judicial são falsas. Mais que isso, são ataques patrocinados por adversários. No entanto, basta uma simples consulta ao site do Tribunal de Justiça para comprovar que o vereador faltou com a verdade em seu discurso. O processo existe e a condenação também. Fake, aliás, foi o seu discurso na Tribuna hoje.

 

Para sanear qualquer dúvida, segue abaixo o print do processo do vereador. 

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral