Esquerda sugere flores, canções e 'punhetasso' ao invés de tiros em bandidos

November 10, 2018

 

 

A notícia de que o governador Wilson Witzel (PSC) quer usar atiradores de elite para abater bandidos portanto fuzis deixou setores da esquerda completamente irritados. "Mas que isso, mas que isso, mas que isso", disse a deputada Maria do Rosário (PT). Repórteres dos portais LacrUOL e Brasil 171 repercutiam mau a notícias. "E se confundiram o fuzil com um consolo big GG Kid Bengala Edittion?", falou uma jornalista. 

 

Ativista de esquerda com 38 anos de não-serviços prestados, à custas dos pais, e líder do DCE de sua faculdade , aonde repete o período pela quarta vez, Marciel "Lula" Dudus sugeriu outras medidas contra a criminalidade. "Vamos tocar Caetano, essa coisa tão efêmera, fumar maconha e jogar rosas brancas, ou melhor, negras para não ser racista, sobre as comunidades", disse o ativista, propondo um "punhetasso" em frente à casa do governador para protestar contra a  violência e pedir o desarmamento da polícia. "Ninguém solta a mão da rola de ninguém", disse. 

 

 

OBS: Post de teor inteiramente humorístico e fictício

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral