Bolsonaro e Witzel: a derrota da política tradicional em Macaé

October 28, 2018

O resultado das eleições estaduais em Macaé neste domingo sinaliza mudanças expressivas no eixo de poder na política. Se, há alguns anos, um palanque cheio de políticos, alguns com quatro, cinco, sete mandatos na Câmara Municipal sinalizava força política, hoje Bolsonaro e Witzel provaram que isso já não vale mais nada. O vento da política mudou e, o político que não ajustar as suas velas, corre o risco de naufragar nas próximas eleições.

 

Na cidade, onde figurões políticos, tomaram a frente de Eduardo Paes o resultado sinalizou fraqueza, para não dizer fracasso. Na cidade, o candidato do PSC Wilson Witzel passou de 60 mil votols, enquanto Paes, com seu elenco de políticos profissionais, teve apenas cerca de 26 votos. Desde a lavada de Dr. Aluízio para deputado federal em 2010 sobre Adrian Mussi (51 mil a 18 mil) a cidade não via sua "classe política" tradicional tão humilhada.

 

E quanto a Bolsonaro. Mesmo com o Sidipetro fazendo campanha descaradamente contra o candidato do PSL e a militância de esquerda capitaneada pelo vereador Marcel Silvano atuando de forma agressiva, Bolsonaro teve mais de 64% dos votos na cidade. Prova de que Macaé deu mais do que uma guinada à direita. Isso foi um verdadeiro cavalo de pau! 

 

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral