Eles estão chegando, com paraquedas abertos e malas recheadas

July 30, 2018

Toda eleição de deputado é a mesma coisa. Parlamentares paraquedistas (aqueles que só aparecem a cada quatro anos) surgem do nada, com vários vereadores a tira colo dispostos a mais uma vez conquistar a população. Como usuários de bordeis, que compram o serviço, pagam e vão embora, estes políticos utilizam da mesma lógica em seus mandatos. Como a maioria dos votos são mesmo comprados, eles não tem o menor interesse com os eleitores. Afinal, negócios são negócios.

 

Nestas eleições, além dos paraquedistas típicos, teremos três conhecidos de Macaé mais uma vez aterrizando por aqui e todos os três são do (P) MDB: Marco Antônio, o Cabralzinho, Leonardo Picciane e Andre Lazaroni. Sócios antigos da "casa de passagem Macaé", eles mais uma vez contarão com velhas táticas para conseguir os votos locais: vereadores parceiros, dispostos a tudo por um pouquinho de poder e outras vantagens.

 

Aliás, este ano, tivemos até candidaturas locais "limadas" em prol destes três. Guto Garcia, que seria candidato a deputado estadual foi praticamente obrigado a desistir, tudo porque não quis carregar a turma do Cabralzinho a tira-colo. Já Julinho do Aeroporto, bem mais pragmático, conseguiu segurar sua candidatura, sabe Deus a que preço. 

 

E os candidatos locais? — Macaé corre este ano, mais uma vez, o risco de ficar sem representação nas esferas federal e estadual. O mais perto que a cidade chegou na última eleição, foi com Chico Machado chegando na sexta suplência do PMDB (ô maldição!!!) e Christino eleito pelo PSD (mas, como o deputado ficou a maior parte do mandato no Executivo estadual, isso não conta). 

 

Localmente, temos bons candidatos, com chances reais de entrar: no cardápio para federal há Danilo Funke (PSOL), Flávio Antunes (PSB) e o delegado federal Dr. Felício Laterça (PSL), isso considerando apenas os ditos "mais cotados". Para estadual ainda temos Chico Machado (PDT), Julinho (MDB), Marvel (Rede), Marcel (PT), Luiz Fernando (PTC) entre outros. Resta saber se Macaé vai ou não repetir a escrita de 2014...

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral