Robson Souza: uma pedra no sapato dos fantasmas macaenses

June 8, 2017

 

Ele é um "simples porteiro", mas tem dado dor de cabeça para muita gente. Desde o advento do ponto eletrônico, nada tem preocupado aos políticos (principalmente os que tem fantasmas nomeados) do que Robson Souza. Chato para alguns, herói para outros, o fato é que o rapaz tem sido obstinado na caça de alguns malandros da cidade.

 

No ano passado, ele denunciou os filhos do então prefeito de Madalena, Clementino da Conceição que estariam nomeados indevidamente na prefeitura de Macaé. Passou um tempo "de molho" até que um cidadão, chamado Handel Araújo decidiu pisar no seu calo, chamando ele de Fantasma. Justo ele, que trabalha diariamente na portaria de um colégio municipal.

 

Desde então começou a caçada. Robeson descobriu que Handel era nomeado na prefeitura, na secretaria de Serviços Públicos, aos cuidados do senhor Flavio Isquierdo. Nomeado como almoxarife, Handel não foi encontrado nas dependências da secretaria pelo próprio Robson que foi lá conferir. Perguntando aos demais funcionários (os de carreira, não os DAS) da secretaria, foi informado de que o devido senhor não era conhecido lá por ninguém.

 

O "chato" continuou a cruzada e foi ao MP denunciar o fato — como havia feito com os filhos de Clementino. Agora promete caçar outros fantasmas de Macaé. Principalmente aqueles que são pagos por figurões do governo para fazer fakes no facebook e colocar pilha nos adversários. Que surjam mais chatos como ele. 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral