Macaé pode ser livrar, de uma vez por todas do "carma da CEDAE"

February 23, 2017

Na sessão Legislativa de ontem, na Câmara de Macaé, o vereador Dr. Marcio Bittencourt trouxe à tona um debate que já deveria ter sido feito há bastante tempo: a municipalização da água em Macaé. Segundo ele, com a privatização da empresa aprovada pela ALERJ, Macaé tem a chance de ouro de se livrar dos maus serviços da empresa, que só trás dor de cabeça (a população de bairros como Ajuda, Barreto e Granja dos Cavaleiros que o digam). Com a venda da empresa pelo estado, o vereador acredita que possa haver uma "brecha legal" para romper o contrato com a empresa de uma vez por todas, abrindo espaço para que a empresa municipal de saneamento (ESANE) assuma o abastecimento ou mesmo outra empresa privada o faça.

 

A verdade que, se Macaé fizer isso, não será a primeira cidade do estado a se livrar da incompetência da empresa. Em Casimiro de Abreu, uma empresa pública municipal cuida da distribuição da água. Por lá, além da tarifa ser mais barata, o serviço é de melhor qualidade e ainda renda lucro para a cidade investir em infraestrutura, enquanto os lucros da CEDAE só renderam lucro mesmo para Cabral (o Sérgio, tá?!) e sua turma que hoje está hospeda em Bangu.

 

O vereador vai apresentar o requerimento na próxima semana, e é bom que a sociedade macaense abrace esta causa. Afinal, quem está satisfeito com o serviço da CEDAE aí levanta a mão. Você levantou? Pois é, nem eu.

 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral