Ato político coordenado por Sardinha e deputada pede o fim do ponto biométrico

January 29, 2016

 

 

 

Um sindicato do Rio de Janeiro fazendo um protesto em Macaé? Ainda mais, tendo a frente, um vereador da oposição e uma deputada estadual. Parece estranho? Pois é. Na manhã desta quinta-feira, com a "presença ilustre" da deputada Enfermeira Rejane (PCdoB) e de um séquito de assessores ligados ao gabinete do Vereador Igor Sardinha , trabalhadores (????) do Sindisprev-RJ (alguém já ouviu falar deste sindicato em Macaé?) fizeram uma ruidosa manifestação na Prefeitura de Macaé. O motivo? Protestar contra a implantação do ponto biométrico, ação que está acabando com os fantasmas e moralizando o serviço público na cidade. 

 

O mais estranho, no entanto, é que, entre as palavras de ordem disparadas pelos manifestantes (???) era "O HPM é Nosso". Na faixa, segurada por alguns deles, há a menção da Privatização do HPM. Puro boato, afinal, não existe a menor possibilidade do maior e mais importante hospital da região ser privatizado. Aliás, essa turma gosta mesmo de um boato. Esta semana eles espalharam nas redes sociais o boato de que o prefeito iria cortar 25% do salário de todos os funcionários (leia mais sobre isso aqui).

 

Só para finalizar, Igor Sardinha, o mesmo que estava nas ruas "apoiando" os manifestantes do Sindicato de não sei da onde, é o autor da Lei dos Plantões. Projeto que prometia controlar a frequência dos médicos. A frequência, aliás, está sendo controlada pelo ponto biométrico. Projeto que, agora, o vereador vai para a rua protestar contra. 

 

Só uma consideração: Sardinha em lata, vem sempre sem cabeça

 

 

Veja abaixo o vídeo da deputada tentando invadir a prefeitura: 

 

 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral