Amaro ataca Igor: "meu sobrenome não é Sardinha e meu pai não mamou na teta"

September 27, 2016

 

 

 

 

Acusado de ter se vendido para o grupo de Chico Machado (PDT), o ex-vice prefeito da chapa de Igor Sardinha, Amaro Luiz partiu para cima de Igor agora a pouco na Câmara. Revolveu revidar aos ataques que vem sofrendo nas redes sociais pelo grupo de Sardinha. "Não sou vendido como vêm falando. Sou homem e cumpri minha palavra que é de apoiar o grupo de oposição", disse.

 

Em referência direta a Igor, Amaro disse se orgulhar do seu nome e de seu passado. "Meu sobrenome é Alves da Silva e não Sardinha. Meu pai me criou num cabo de enxada, trabalhando e não mamando da teta da prefeitura", disse Amaro em referência direta a Antônio Sardinha, pai de Igor, que foi secretário dos dois governos de Riverton Mussi e está no centro do escândalos das desapropriações (leia sobre isso aqui).

 

Não satisfeito em lembrar do passado familiar de Igor, Amaro acusou o ex-aliado de se envergonhar do próprio nome. "O discurso de romper com o passado de Igor é falho, já que ele fez parte dele. Aliás, eu me orgulho do meu sobrenome e ele sumiu com o Sardinha dele. O que será que ele fez com o Sardinha, teria feito comprimido de Ômega 3", ironizou. 

Please reload

Destaques do Blog
Please reload

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral