Por 7 a 0, TRE confirma que candidatura de Riverton era ilegítima

Por unanimidade de votos, os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral negaram recurso impetrado pelo ex-prefeito Riverton Mussi que tentava reverter a decisão da Justiça Eleitoral que indeferiu seu registro de candidatura. A derrota no Tribunal confirma mais uma vez que a candidatura de Riverton era ilegítima. Caso vencesse, o ex-prefeito (que ficou em segundo colocado) daria causa ao cancelamento das eleições e à convocação de um novo pleito suplementar.


Riverton tem diversas condenações por improbidade administrativa relativas ao tempo em que foi prefeito (2004-2012). Segundo o banco de condenações do Conselho Nacional de Justiça o político está inelegível até 2027.


Com a condenação, a mentira de que ele estaria elegível ou que "conseguiria uma liminar para assumir" cai por terra de uma vez por todas.






0 comentário

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral