Família Mussi deve mais de R$ 65 milhões aos cofres públicos municipais

Atualizado: Nov 4


Disputando as eleições municipais em duas frentes a Família Mussi terá a chance, caso vença as eleições, de ter a anistia sobre uma dívida milionária. Os primos Riverton Mussi (PDT) e Silvio Mussi Teixeira, que registrou candidatura como Silvinho Lopes (DEM) representam, juntos, uma dívida familiar superior a R$ 65 milhões aos cofres públicos.


Riverton, o maior devedor do município, deve sozinho R$ 56 milhões à Dívida Ativa Municipal, um valor que advém de contraprestações de processos movidos pelo TCE, cujas multas por dano aos cofres públicos (devido aos mais de 2000 processos que responde) foram inscritas na Dívida Ativa Municipal. Já Silvio Lopes deve mais de R$ 9 milhões aos cofres municipais. Além das multas aplicadas pelo Tribunal de Contas (afinal, improbidade parece ser marca da família), Silvio também vem sonegando, deliberadamente impostos como IPTU, IPTR e demais tributos. A pergunta que fica é a seguinte: caso Silvinho vença ele anistiará a dívida do próprio pai? E Riverton, fará o mesmo consigo mesmo?


Silvio Lopes administrou Macaé por três períodos diferentes, totalizando 12 anos de mandato consecutivo na prefeitura de Macaé. Neste tempo, a família acumulou um considerável patrimônio, que elevou seu ativo com o pagamentos de tributos como, por exemplo, o IPTU, imposto cobrado sobre imóveis. Além disso, Silvio está inscrito na Dívida Ativa Federal com o débito previdenciário de R$ 1 milhão. Todas essas questões recaem sobre a candidatura do filho, Silvinho que terá, em tese, a incumbência de cobrar todo esse passivo caso seja o vencedor do pleito deste ano. A dívida do pai o colocará em evidente conflito de interesses. Se não cobrar ou mesmo anistiar o devido pelo pai, poderá ser acusado de prevaricação.


Já com Riverton a questão é igualmente complicada. Sendo ele o devedor, mais que isso: o maior devedor da história da cidade, terá a incumbência de cobrar a si próprio, ou mesmo varrer a própria dívida, de R$ 56 milhões para baixo do tapete. Outro problema também pode também envolver “favores familiares”, afinal, Silvinho e Riverton são primos irmãos. Ou seja, se Riverton vencer pode anistiar a dívida do Tio, Silvio Lopes. O mesmo vale com Silvinho, que pode fazer o mesmo favor, ao não cobrar os milhões devidos pelo primo Roverton. Aí, literalmente, ficaria tudo em família.




Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral