top of page

Centro de Imagens e Hospital do Olho: governo Welberth vai revolucionar a saúde de Macaé



Já estão em fase avançada de gestação projetos que vão colocar Macaé definitivamente na vanguarda da saúde pública do Estado. A cidade, que passou os dois últimos mandatos comandadas por um médico, estava há décadas sem fazer sequer uma cirurgia de catarata e acumulava filas de procedimentos como mamografia, colonoscopia e ultrassom. Hoje quadro caminha para um desfecho muito diferente.


Em apenas dois anos de um governo liderado por um advogado e ex-carteiro (que apesar de ter, dispensa o título de doutor) , a saúde de Macaé já realizou mais de 100 cirurgias de catarata e caminha para definitivamente se libertar do monopólio dos exames privados e do lobby empresarial que apenas enriqueceu empresas de médicos e parceiros do poder por décadas.


Um desses projetos é o Centro de Imagens que será construído no antigo Centro de Saúde Jorge Caldas. O centro vai realizar exames como tomografia, ressonância e coloscopia. Atualmente esses exames são realizado a conta gota por laboratórios privados e há um claro problema de fluxo ora provocado pela demanda crescente, ora pelas próprios laboratórios que, logicamente dão preferência a atendimentos particulares ou por convênios privados.


Outra ação será o Hospital do Olho que realizará, além das cirurgias a laser de catarata diversos outros serviços clínicos e diagnósticos.


Esses dois grandes projetos, somados à reestruturação completa da atenção básica (com a reforma de diversos postos de saúde sucateados pela antiga gestão) vão proporcionar ao paciente macaense um serviço público jamais visto na história. Desde a construção do HPM (na gestão do ex-prefeito Silvio Lopes, há 20 anos) a cidade não experimentava investimentos tão significativos na saúde pública. Há problemas ainda, claro que há. Mas é inegável o avanço que a cidade experimenta.





0 comentário

Comments


bottom of page