banner_940x145px_txt (1).png

Caloura da UFRJ é exposta, atacada e ameaçada após sofrer trote

Covardia! Palavra melhor não haveria para descrever o que fizeram com a jovem, que esta semana teve o rosto pintado de preto em um trote na UFRJ. A brincadeira, de mal gosto (todos concordam) foi comparada a um blackface [ato teatral quando artistas brancos coloriam a cara com carvão para interpretar personagens negros na racista na América do início dos anos 1920) e aí o caldo entornou.

Todos os jornais deram, e até o prefeito Dr. Aluízio entrou na onda, divulgando o caso em sua conta pessoal no twitter. Só o que ninguém esperava que a repercussão, em vez de combater o preconceito acabou por criar mais.

Em busca de likes, os "justiceiros sociais" da internet começaram a ameaçar e humilhar a pobre da caloura que foi vítima do trote e não a autora. Não quiseram, sequer ouvir o lado da menina que, segundo o pai (que entrou em contato com o blog) encontra-s em completa depressão e pensa em abandonar os estudos.

"Ela está muito abalada. Está sem comer desde quinta. Pessoas acabaram expondo ela. Esses hateres em busca de likes e lacração acabaram expondo e humilhando a minha filha", disse o pai, que terei o cuidado de também não expor, já que qualquer pessoa que se levanta contra o politicamente correto acaba atacada por essa turma.

Os prints sobre o caso são aterradores. Em nome do "ódio do bem" (sim, esses lacradores criaram esse termo porque acham certo odiar quem não é de sua bolha lacradora) esses imbecis chegaram a ameaçar a menina de morte. Um deles chegou a dizer que queimaria a moça. Veja abaixo apenas alguns prints selecionados (há coisas piores e impublicáveis que merecem atenção das autoridades policiais).

JUSTIÇA SOCIAL DE IPOHONE: Essa geração de retardados que ficam pela internet "caçando bruxas" em busca de likes é o resultado de uma geração que apenas reproduz o discurso de setores da mídia, esquerda e classe artística que procura racismo, homofobia e até "gordofobia" em tudo. E o pior é que esses papagaios ideológicos do "Projaquistão" acham que estão melhorando a sociedade com palavras de ordem como "branco só sabe fazer merda, que raça maldida". Lamentável!

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral