Em busca de $$$, Leo e Guto Garcia apostam fichas no "Dono do Porto"


Fabiano Crespo é uma figura que, até então, preferia bem mais os bastidores do que os holofotes, e com razões bem óbvias. Empresário poderoso por trás da construção de uma das três termelétricas que em breve operarão em Macaé, Fabiano consegue estender seus tentáculos na política através de vários "parceiros", que vão desde a Câmara de Macaé (que em 2017 aprovou uma lei, beneficiando seus investimentos, em detrimento de todos os demais empresários e proprietários de terra em Macaé) até mesmo a Alerj, tendo como "advogados" de seus interesses desde o deputado Chico Machado (PSD) até o presidente da Casa, o "novo Picciani", André Cecilianno (PT).

Pois bem, poderoso o homem é. Não apenas por ser dono do empreendimento do Porto (uma lenda urbana que se arrasta por quase duas décadas em Macaé e que, agora, com o "boom do gás" parece que vai sair da ficção), mas prefere a discrição, deixando seus interesses serem resolvidos, pelo menos em nível local por José Eduardo Carramenha, ex-executivo de alta patente da Petrobras, contratado a peso de ouro para ser a "cara do porto" no Estado. Fabiano é discreto e, como "Don Corleone" não gosta de aparições públicas pois sabe que, quanto menos atenção chamar é melhor. Porém, uma manchete desastrosa do jornal O Debate, encomendada pelo secretário de Relações Institucionais, Leo Gomes (coordenador geral da pré-campanha a prefeito de Guto Garcia) jogou luz sobre Crespo. A intenção é amaciar o ego do Don em busca de sua recheada carteira, muito útil para o financiamento de campanha tanto de Guto a Prefeito, quanto de Leo a vereador.

E o que O Debate e Leo Gomes tem em comum? Tudo! Desde o ano passado, em um acordo de bastidores entre o diretor do jornal e Leo, o editor chefe do jornal foi nomeado como "Assessor Especial do Gabinete do Prefeito". Marcio Siqueira, que tem um dom que Leo não dispõe (o de escrever bem), passou a ser tanto o ghost writer do secretário quanto passou a operar como "editor de política avançado do Debate". É de dentro do gabinete de Leo Gomes que saem as manchetes do Debate. Em troca, além de não ter que pagar mais o salário do editor, O Debate recebe as "vistas grossas da Prefeitura, que ignora uma decisão do Tribunal de Justiça, que proíbe o jornal de Receber qualquer verba pública".

A decisão foi motivada por uma incursão da Polícia Federal que descobriu um sofisticado esquema de fraude em licitações envolvendo o jornal e as prefeituras de Carapebus, Macaé e Conceição de Macabu. Para manipular licitações públicas, o jornal publicava editais falsos (leia sobre isso aqui). Baseado nesta decisão (que você pode ver abaixo) todo e qualquer repasse de verba pública ao Debate é ilegal e tanto a Polícia Federal quanto o Ministério Público estão de olho. Em breve, alguém vai pagar caro pela atuação ilegal do Debate em coluio com Leo Gomes. No final da matéria, vou relacionar todos os links contando a história em detalhes das fraudes do Debate, inclusive as denúncias feitas pelo próprio prefeito Dr. Aluízio contra o jornal e o próprio Marcio (Futuramente, faço uma matéria exclusiva sobre isso).

Mas, voltando ao assunto Porto, a relação entre os empresários e a classe política gerou uma grande confusão na Câmara Municipal, onde houve até "Denúncia de Lobby" exercido sobre os vereadores (Leia sobre isso aqui). Acontece que, estranhamente, a tal "Lei do Porto", veio do Executivo com uma cláusula estranha que determinava que terminais de gás e termelétricas só poderiam ser construídas em uma tal de ZELD (Zona Especial de Logística Dutoviária). E adivinha aonde ficava esta Zeld? Justamente nas terra de Fabiano Crespo. Esta parte da lei foi suprimida graças a atuação de vários vereadores, entre eles Dr. Eduardo Cardoso (Cidadania) que resistiram a toda a pressão, que iria prejudicar a todos os empresários de Macaé e beneficiar apenas um (leia sobre isso aqui). Ninguém até hoje sabe quem foi o autor intelectual da emenda que beneficiava Crespo. Agora, com a manchete do Debate, já podemos ter uma ideia....

VEJA AS MATÉRIAS RELACIONADAS E ENTENDA TODA A HISTÓRIA

[Exclusivo] Documentos da PF mostram como funcionava esquema de fraude em O Debate: Link da matéria: https://www.blogdocabral.com/single-post/2016/03/01/Exclusivo-Documentos-da-PF-mostram-como-funcionava-esquema-de-fraude-em-O-Debate

Entenda como a "Lei do Porto" favorece a um único empresário de Macaé. Link da matéria: https://www.blogdocabral.com/single-post/2017/05/23/Entenda-como-a-Lei-do-Porto-favorece-a-um-único-empresário-de-Macaé

Do Lobby ao Lixo Atômico: o que estaria por trás da "lei do Porto" de Macaé? Link da matéria: https://www.blogdocabral.com/single-post/2017/05/17/Do-Lobby-ao-Lixo-Atômico-o-que-estaria-por-trás-da-lei-do-Porto-de-Macaé


1,077 visualizações

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral