banner_940x145px_txt (1).png

Ação do TRE coíbe propaganda eleitoral para Guto Garcia em festa da Educação


Em uma ação determinada pela juíza Gisele Gonçalves Dias, agentes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) esteve hoje em uma festa, promovida pela secretaria municipal de Educação, com churrasco e bebida na Toca do Babau, tradicional casa de festas underground da cidade. Segundo denúncia apurada pelo TRE, a ocasião seria apenas um pretexto para a realização de propaganda eleitoral para o secretário da pasta Guto Garcia (PSDB) já anunciado oficialmente como candidato do governo à sucessão municipal.

A denúncia ressalta que este tipo de evento, em que foram convidados todos os servidores da área de Educação e suas respectivas famílias não foi realizado nos anos anteriores o que torna estranho que esta grande festa seja realizada apenas agora, há 10 meses das eleições, justamente quando o candidato de Educação resolve se tornar candidato.

Importante ressaltar que a festa em si, independente de ter sido paga com dinheiro público ou não (o que também precisa ser apurado, pode ser caracterizada como abuso de poder político e econômico, gerando ações subsidiárias tanto para Guto, quanto para o prefeito Dr. Aluízio, com risco de inelegibilidade para ambos. Caso semelhante aconteceu com o ex-prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto quando participou de uma festa, realizada numa igreja evangélica em homenagem ao aniversário de sua esposa. Por entender que a festa, em si, resultou em vantagem eleitoral para o então prefeito, o mesmo além de ter sido cassado, acabou ficando inelegível por oito anos.

Veja abaixo a íntegra da denúncia:


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral