Deputado que provocou a prisão de Geddel Vieira Lima visita Macaé


O deputado federal Marcelo Calero (PPS), conhecido nacionalmente como o "homem que derrubou Geddel Vieira Lima (home forte do governo Temer)", esteve em Macaé na manhã desta sexta-feira, dia 22, em visita ao presidente do Legislativo, Dr. Eduardo Cardoso, do mesmo partido. Calero é diplomata de carreira e um advogado conhecido. Porém, ganhou projeção nacional em 2016 quando teve uma rápida passagem pelo Ministério da Cultura. Deixou o ministério após denunciar forte pressão para rever um parecer técnico desfavorável a interesses pessoais do então ministro-chefe da Secretaria de Governo do Brasil, Geddel Vieira Lima. As denúncias provocaram a demissão do ministro que, logo após, foi preso pela Polícia Federal no escândalo do apartamento onde foram encontrados mais de R$ 51 milhões, em espécie.

De acordo com o deputado, o objetivo de sua visita foi colocar o mandato federal à disposição do presidente da Câmara, que é do mesmo partido, e de todos os parlamentares de Macaé. Por entender a importância estratégica de Macaé para o Estado e o país, o parlamentar disse que as portas de seu gabinete estão abertas em Brasília para atender os interesses do município.

O presidente da Câmara, Dr. Eduardo Cardoso agradeceu a visita e disse estar feliz que seu partido, o PPS, tenha bons representantes tanto em Brasília, quanto na Assembléia Legislativa do Rio, onde elegeu o ex-vereador macaense Welberth Rezende.

Quanto à denúncia que resultou na figura de um dos homens mais proeminentes do PMDB e do então presidente Temer, Calero afirmou que apenas agiu com sua consciência. "Agora como deputado, serei digno da função que o povo do estado do Rio me confiou", prometeu. Na visita, além do presidente estavam presentes também os vereadores Reginaldo do Hospital (Pros), Alan Mansur (PRB), além de assessores políticos.


0 comentário

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral