Dr. Adriano e Marcelino: da euforia da mudança à decepção em poucos meses


A lua de mel com o eleitor, típica após qualquer vitória eleitoral, acabou mais cedo em Cabo Frio e Rio das Ostras. Eleitos em junho, em eleição suplementares após a cassação dos prefeitos locais, Dr. Adriano (REDE), em Cabo Frio; e Marcelino da Farmácia (PV), em Rio das Ostras estão se tornando rapidamente uma decepção para os eleitores, prova de que nem toda mudança é de fato para melhor...

Em Cabo Frio, Dr. Adriano ganhou após sucessivos escândalos de corrupção do governo Marquinhos Mendes. Ele se vendeu como a mudança, embora estivesse umbilicalmente ligado ao principal adversários, já que ambos são afilhados políticos do ex-prefeito Alair Correa. Havia outras opções de mudança ao status quo da política cabofriense, mas a população preferiu apostar no médico ortopedista, já que ele tinha sido o principal adversário de Marquinho nas eleições de 2016.

Já em Rio das Ostras, Marcelino, então vereador se destacou após brigar com o ex-prefeito logo no primeiro trimestre de seu governo, quando foi nomeado Secretário de Saúde: não deu certo e, rancoroso por não ter na secretaria os "poderes que esperava", Marcelino adotou um discurso crítico ao ex-aliado Carlos Augusto e, por sorte, houve a cassação do desafeto, que jogou a eleição no seu colo. Após ter o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral, Carlos Augusto renunciou da candidatura, deixando o caminho aberto para a "mudança" ganhar em Rio das Ostras.

Da euforia à decepção: Em Cabo Frio, o governo de Adriano tem decepcionado a população por se revelar, na prática, a continuação da mesma política de Marquinho Mendes. A cidade continua parada, sem investimentos e, a ação de governo do prefeito mais impactante até agora é uma viagem à China, paga com dinheiro público (é claro) com o pretexto de atrair mais investimentos. Estaria o prefeito buscando mais pastelarias? Vai saber... Com a desculpa de que o governo anterior deixou uma dívida de R$ 1 bilhão, sem de fato, comprovar esta informação para o público, o prefeito se encastelou na prefeitura enquanto a população aguarda os resultados prometidos...

Já em Rio das Ostras a situação é ainda pior. O prefeito, que assumiu prometendo revogar, no primeiro dia de campanha os aumentos da taxa de iluminação pública fez justamente o contrário. Sua primeira atitude foi aumentar a tarifa do transportes públicos. Além disso, o troca-troca de secretários, somado à escândalos que vão desde o assédio moral a uma denúncia de abuso sexual supostamente praticada por um funcionário de confiança do governo, jogaram a administração no limpo.

Tanto em Cabo Frio quanto em Rio das Ostras a população ainda não viu melhorias na saúde, transportes, e na relação com o servidor. E é melhor que ambos os prefeitos comecem, de fato, a trabalhar por suas cidades. Afinal, 2020 é logo ali e a população de ambas as cidades já provou, nas urnas, sua capacidade de mudar de opinião.


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral