Condenado pela Justiça, Armando Carneiro vai tentar vaga na Alerj


Em busca de notoriedade política (e, de quebra Foro Privilegiado) o ex-prefeito de Quissamã anunciou semana passada que vai buscar uma vaga na Alerj. Armando, que coleciona processos e até uma condenação a dois anos de prisão, revertida em pagamento de cestas básicas, vai tentar a vaga pelo PV. Armando foi candidato a prefeito em 2016, sendo derrotado por Fátima Pacheco. Embora longe do mandato, o ex-prefeito tenta se manter nos holofotes através das redes sociais e também na sobra da mulher, a vereadora Alexandra Moreira.

Rolos com a Justiça — Recentemente, Armando foi condenado a dois anos de cadeia, por irregularidades em um contrato de manutenção celebrado por sua gestão como prefeito de Quissamã, em 2007. Como é reu primário (e estamos no Brasil), a Justiça converteu a sua condenação ao pagamento de cestas básicas. Recentemente, o MP moveu uma nova ação contra o ex-prefeito e sua esposa, por irregularidades numa viagem internacional, com direito a uma "passadinha" pelo Caribe tudo, segundo o MP, bancado com o dinheiro dos contribuintes (leia sobre isso aqui) . O MP pede na ação a devolução do dinheiro gasto na viagem, a condenação de Armando e o afastamento cautelar de Alexandra do cargo de vereadora.


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral