banner_940x145px_txt (1).png

Aliado de Marcerlino da Farmácia é condenado por corrupção no governo Sabino


Almir e Cemir são irmãos e aliados umbilicais do ex-prefeito Sabino. O primeiro foi um empresário bem sucedido na administração passada, enquanto o outro foi eleito vereador com amplo apoio de Sabino. Em comum, além do DNA, ambos tem a simpatia e o apoio do candidato Marcelino da Farmácia (PV). Aliás, Cemir Joia é um dos coordenadores de campanha enquanto Almir está, de acordo com fontes do Blog, cotado para ser secretário de Obras num possível governo do PV. O problema é que, além de serem as impressões digitais mais visíveis de Sabino na pseudo candidatura de oposição, a família Joia tem outro problema: Almir, juntamente com Sabino foi condenado no processo 6774-74.2009.8.19.0068 a ressarcir R$ 1.505.679,01 por ter fraudado uma licitação para a contratação de banheiros químicos, gerando um prejuízo de mais de 500 mil aos cofres públicos. A pergunta que fica é a seguinte: será que, de volta ao poder, a família Joia não repetirá a mesma prática?

Na sentença, assinada pelo juiz Henrique Assumpção, foi constatado que Almir era gerente das duas empresas que concorreram à licitação, o que comprova indubitável fraude no certame. Pelo delito, o ex-secretário foi condenado ao pagamento de multa no valor de R$ 525 mil além da cassação dos direitos políticos (inelegibilidade) pelo período de oito anos. Daí entende-se porque Almir hoje usa o irmão Cemir como seu "avatar político" para entrar de cabeça na campanha de Marcelino.

Na foto acima, Cemir Joia ao lado da condenação do irmão


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral