Disputa de bastidores aquece clima pré-eleitoral em Macaé


Quem pensava que as eleições este ano seriam "frias" em Macaé, se enganou completamente. Isso porque, nos bastidores o clima de mudanças indicam uma disputa muito mais acirrada. Mudanças inesperadas, tentativas de golpe, fogo amigo, desistências de pré-candidatos já estabelecidos entre outros fatores antecipam a disputa de outubro e fazem ferver o caldeirão político na cidade.

Uma das siglas que tem agido em silêncio é o PSDC em Macaé, que segundo informações vindas da ALERJ, pretende surpreender não só nas eleições de 2018, mas também em 2020. O PSDC apostou suas fichas no pré-candidato a deputado federal Rony Mendes para dirigir a sigla em Macaé. Rony é o homem de confiança do Deputado Estadual João Peixoto e não se engane pela sua aparente inexperiência. O rapaz já conseguiu estruturar o partido, trazendo para sigla nomes de peso, como o ex-secretário de Esportes Ricardo Salgado, Julio Antunes, entre outros.

Outra surpresa foi protagonizada pelo MDB, que não permitiu a saída pacífica de alguns vereadores para disputar as eleições estaduais em outras siglas, e ainda trouxe o empresário André Longobardi, adversário político de Dr. Aluizio na eleição passada para o barco. Longobardi foi candidato a vice-prefeito na chapa derrotada de Chico Machado. E, pelo que parece, está fazendo aquilo que lhe faltou no passado: articulação política.

No mesmo MDB, teremos o vereador Guto Garcia como candidato a deputado estadual. Guto tentou uma saída pacífica para o PSB junto com o também vereador Marcio Bittencourt mas não conseguiu. Mesmo enfrentando uma legenda muito mais difícil de se eleger, ele topou o desafio e colocou o bloco na rua.

Outro partido bem articulado na cidade é o PSD, que lançará pelo menos dois candidatos a deputado estadual: os ex-vereadores Chico Machado e Lúcio Mauro. Pelo PSB, partido recém tomado pelo deputado estadual Alessandro Molon (e que em Macaé orbita em torno da figura do vereador Marcel Silvano) talvez tenhamos a candidatura do médico Flavio Antunes como deputado federal, indicando uma aproximação entre Marcel e setores do governo (leia-se Leo Gomes).

Além de todos estes, Macaé ainda terá outros candidatos, como o deputado estadual Christino Áureo (PP) e o ex-vice-prefeito Danilo Funke (Psol). Ambos tentarão uma vaga no Congresso Nacional.


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral