banner_940x145px_txt (1).png

Dinheiro, fantasmas e Crossfit. Secretária terá que se a explicar à Câmara


Funcionários fantasmas, favorecimento pessoal em evento particular, dinheiro cobrado por jogos no estádio, atrasos no Bolsa Atleta. Em apenas um mês à frente da Secretaria de Esportes, a secretária Andréia Freitas já coleciona escândalos. Agora, através de um requerimento do vereador Marvel Maillet (REDE), aprovado hoje em plenário, a secretária terá de se explicar diante dos 17 vereadores, já que jamais se pronunciou publicamente sobre as denúncias que recaem sobre sua recente, porém desastrosa gestão. Nem mesmo a apaixonada defesa do líder do governo, Julinho do Aeroporto (PMDB) — um dos novos adeptos do Crossfit — foi suficiente para garantir a defesa da secretária, que ficará numa saia justa. Que bom que a moça parece estar em excelente forma.

Andréia Freitas é acusada de nomear dois funcionários fantasmas em sua pasta, além de ceder equipamentos da secretaria para um evento particular de Crossfit. Além disso, outra suspeita recai sobre a cobrança de taxas para a realização do último jogo do Flamengo no estádio. Até hoje a secretária não explicou para onde foi o dinheiro arrecadado na partida. No desespero de defender a secretária e também para não amargar a terceira derrota em votações na Câmara (o que renderia música no Fantástico), o líder do governo acabou lançando uma outra suspeita sobre a secretária. Segundo Julinho, foram cobrados R$ 11 mil reais pelo aluguel de um posto médico para os jogos no Estádio. Mais uma questão que a secretária terá que explicar.

AMEAÇAS E ACUSAÇÕES — O tom belicoso da liderança do governo não foi o suficiente para aplacar a sede do plenário em obter respostas da secretária. Nos bastidores, ele teria ameaçado excluir o vereador Márcio Bittencourt (MDB) da bancada, caso votasse pela convocação. O efeito foi contrário, Márcio acabou votando contra o governo e ainda falou que não é marionete de ninguém. O clima entre os dois ficou quente.

Outro embate na sessão foi com o vereador Marvel (REDE), autor do requerimento. Julinho insinuou que o vereador tinha interesse pessoal no Bolsa Atleta, porque seu irmão, César Maillet é praticante de Jiu Jitsu. "Meu irmão é campeão de Jiu Jitsu e não tem nada a ver comigo. Nunca me beneficiei de nenhuma secretária, ao contrário de muito vereador por aí que tira vantagem do governo e todo mundo sabe disso", nocauteou Marvel fazendo Julinho se calar e sair furioso do plenário.

#AndreiaFreitas

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral