banner_940x145px_txt (1).png

Após rejeição pelo TCE, contas do ex-prefeito serão analisadas pela Câmara


Com parecer contrário do Tribunal de Contas (TCE) as contas do ex-prefeito de Casimiro de Abreu, Antônio Marcos serão submetidas à votação da Câmara Municipal. De acordo com o Tribunal, o ex-prefeito deixou um rombo de R$ 18 milhões nas contas públicas, além de ter cometido nada menos do que 15 improbidades administrativas em seu último ano de gestão. Agora o relatório do TCE, assinado pelo relator Rodrigo Melo do Nascimento será submetido ao plenário da Câmara Municipal e caberá aos vereadores se atenderão aos critérios técnicos do Tribunal ou se vão ficar ao lado do prefeito que, comprovadamente, cometeu um sem número de irregularidades. A sessão promete pegar fogo.

Nos bastidores, o ex-prefeito trabalha incansavelmente para garantir os votos necessários para a aprovação de suas contas. No entanto, a Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara já opinou pela reprovação das contas do ex-prefeito. "Apesar de realizar o julgamento político do gestor municipal, o Poder Legislativo tem por obrigação debruçar-se sobre as informações e documentos técnicos apresentados pelo Tribunal de Contas, especialmente no que tange à aplicação dos recursos públicos e ao cumprimento da legislação em vigor", opinou o relatório.

Resta saber se a Câmara de Casimiro estará ao lado da lei, ou do ex-prefeito.

#CasimirodeAbreu #AntônioMarcos

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral