banner_940x145px_txt (1).png

Legislativo vive crise de credibilidade após prisão de vereador


A prisão do vereador Neto, em uma ação precisa da Polícia Federal que o pegou no ato de um crime de corrupção eleitoral colocou em cheque não apenas a credibilidade do edil mas sim de toda a Casa Legislativa. Afinal, com os olhos da sociedade e da PF voltado para a Câmara todos tornam-se suspeitos até que se prove o contrário. Para reverter esta situação o Poder Legislativo precisa tomar uma atitude urgente. 

Denúncias de peculato e retenção de vencimentos por parte de agentes públicos não são novidades em Macaé. Ou você acha que os funcionários Fantasmas que ora aparecem no Executivo não devolvem dinheiro para ninguém? A diferença entre Prefeitura e Câmara é que, enquanto a primeira assume o papel de denunciar a segunda simplesmente se omite. 

É papel da Câmara fiscalizar e denunciar ilegalidades tanto no Legislativo quanto no Executivo. No entanto, quando o Legislativo se comporta como um apêndice do poder está sujeito a isso: ser agente ou cúmplice dos crimes que, na verdade, deveria estar investigando. Mas ainda há salvação. Basta um pouco de coragem! 


Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral