Ex-DAS encontram oportunidade de trabalho como torcida organizada na Câmara


Quem disser que a oposição macaense não faz nada de bom pela cidade de Macaé, está redondamente enganado. Nos últimos meses, dezenas de desempregados (sobretudo vítimas recente dos cortes de DAS por parte do prefeito) encontraram uma nova ocupação: a de "batedor oficial de palmas" e também de "vaiador". O emprego não paga tão bem, porém, oferece flexibilidade de horários, já que os "batedores de palmas", só trabalham às terças e quartas-feiras, pela manhã, durante as sessões legislativas,

— Depois que eu perdi minha DAS, pensei até em me suicidar, já que tinha muitas contas atrasadas e prestações da Casa Bahia para quitar. Agora, com esta oportunidade, já posso respirar aliviado", informou um dos integrantes da claque oposicionistas. — O trabalho, na verdade, é bem simples: a gente só precisa bater palmas para alguns vereadores e vaiar outros — continuou.

E as oportunidades de emprego não param por aí: muitos dos "batedores de palmas" também estão atuando como "espalhadores de boatos de Facebook". — Conseguimos espalhar que o Hospital da Criança vai fechar e que a cidade não terá mais ambulâncias. Recebemos até um bônus do patrão — orgulha-se o militante das redes sociais.

Atenção: notícia humorística

#Humor #2016

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral