banner_940x145px_txt (1).png

Macaé e os seus partidos de programa


Houve o tempo em que os partidos eram montados por afinidade ideológica, onde o programa partidário era mais importante. Porém, hoje, o programa do partido foi substituído pelo "partido de programa", legendas de aluguel que mudam de mãos mais do que as moças da Rua da Praia. A propósito, comparar alguns partidos com as garotas de programa é uma ofensa, para as moças, é claro.

E, neste troca-troca, visando as eleições de 2016, há políticos locais que, num intervalo inferior a um ano, já trocaram de partido três vezes, isso mesmo: três vezes. Um deles é o vereador Chico Machado, que no início do ano passado era líder da bancada do PMDB e chegou a até fazer um churrasco em sua fazenda (com Picciani como convidado de honra) em apoio a Dr. Aluízio. Hoje rompido com o governo, Chico largou o PMDB e filiou-se ao PSB, do senador Romário. Mal sua galera comemorou a filiação e, menos de dois meses depois, aparece novamente Chico trocando de partido, desta vez desembarcando no PDT de Lupi.

Amaro Luiz a também mudou um bocado. Ele elegeu-se pelo PSL, mudou para o PRB e agora está no PSB, que era de Chico. Por outro lado, Igor Sardinha, Danilo Funke e o próprio Dr. Aluízio trocaram de partido apenas uma vez: Aluízio deixou o PV em direção ao PMDB, Igor saiu do PT em direção ao PRB e Danilo trocou o PT pela Rede.

Confuso com tanta troca? Eu também

#2016 #Eleições #ChicoMachado #DrAluízio #IgorSardinha

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral