Após outubro rosa e novembro azul, teremos um dezembro no vermelho


Não está fácil para ninguém. Após celebrar o outubro rosa, prevenindo o câncer de mama e o novembro azul, na prevenção do câncer de mama a previsão é que tenhamos um dezembro, inevitavelmente no vermelho. Tá, sei que a piada foi horrível, mas o fato é que a região já amarga a pior crise da década. Rio das Ostras, Quissamã e Macaé (pasmem) já estão fazendo malabarismos para poder ao menos fechar as suas folhas de pagamento. Acertar dívidas com fornecedores então, se tornará um milagre de Natal, caso aconteça. Oremos!

E, para não dizer que as coisas não podem piorar um pouco mais, as cidades da região já vivem em clima de evasão fiscal. Macaé, por exemplo, prevê uma queda de 30% na arrecadação do ISS para o próximo ano. Pelo jeito, por aqui, desenvolvimento econômico só acontece mesmo nas páginas da Revista Isto É.

Em tempo: trocadilhos a parte, o “Dezembro Vermelho” existe mesmo, mas não tem nada a ver com a crise e sim com uma campanha nacional de prevenção à Aids.

#crise #Macaé

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral