banner_940x145px_txt (1).png

Cinco provas de que Dr. Aluízio é um gênio do marketing


Como diria Lula, nunca antes na história de Macaé, um prefeito gerou tanta pauta espontânea e teve tanto espaço no noticiário quanto Dr. Aluízio. E isso, por mais que argumente a oposição, não tem nada a ver com o investimento em propaganda (proporcionalmente, cidades como Rio das Ostras e Casimiro de Abreu investem mais do que Macaé em publicidade) e sim com sua capacidade de manipular e gerar fatos positivos a seu favor. Do corte do próprio salário à suspensão das incorporações, Dr. Aluízio se tornou o “rei da pauta”. E, por mais que suas atitudes gerem bastante ódio na classe política, acabam por deixá-lo muito bem na fita com a população, de modo geral. Veja abaixo cinco motivos que provam o prefeito de Macaé sabe muito bem tratar as informações a seu respeito.

1 – Holofotes sobre a Ompetro: Dr. Aluízio não é o primeiro (e de certo não será o último) prefeito de Macaé na presidência da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro). No entanto, como nenhum outro prefeito da região, ele soube dar à entidade uma importância ainda maior do que ela realmente tem (afinal, alguém sabe ao certo apontar alguma grande iniciativa da Ompetro?). No entanto, logo a assumir, Dr. Aluízio soube trazer todos os holofotes para a organização: de posse pomposa a seminário com a presença do senador José Serra para debater as regras do pré-sal. Além disso, vez em quando o prefeito se arrisca a escrever alguns artigos no jornal O Globo.

2 – Caçador de marajás — Por mais que as referências a este título não sejam nada boas, todos hão de concordar que a pauta da moralização e do corte de regalias no serviço público sempre causa comoção popular. E, não à toa, o prefeito macaense soube se posicionar em relação à crise com o corte de alguns privilégios. O fim das incorporações, por exemplo, foi uma boa tacada, embora exista muita gente querendo a cabeça do prefeito em uma bandeja. Na classe política os efeitos não foram muitos legais, porém, na população em geral, a imagem do prefeito como o “moralizador” nunca esteve tão em alta.

3 – Denúncias? Deixa que eu faço — Na contramão da regra entre os políticos que, diante a escândalos, nunca “sabem de nada”, Dr. Aluízio faz questão de sempre saber de tudo. Portanto, antes que a imprensa denuncie algum caso escabroso, ele mesmo se encarrega disso. Foi o que aconteceu com o caso dos servidores que fraudavam o ISS no município. Quem denunciou o esquema à polícia (e, claro à mídia)? Dr Aluízio! Mais um ponto para a imagem de moralizador.

4 – Todo ouvidos, poucas palavras — Frio e metódico como um bom cirurgião, o prefeito parece não se importar nem um pouco com as críticas da oposição. Aliás, ele se importa sim, mas a população nunca verá, de sua parte, qualquer reação que demonstre descontrole. O prefeito se mostra sempre ocupado demais para se incomodar com o burburinho dos que o criticam. E não adianta ir para a porta da Prefeitura protestar que não haverá guardas batendo em manifestantes. Pelo contrário, em várias ocasiões ele mesmo desceu para conversar com os manifestantes ou os chamou para subir ao gabinete. Não importa se as reivindicações serão atendidas ou não. Ninguém poderá chamá-lo de ditador.

5 — E, quando não houver mais notícias... Dr. Aluízio sempre, sempre aparecerá bem no noticiário. Seja dando exemplo de vida saudável, em sua famosa de bike, doando sangue (sob os olhares apaixonados de enfermeiras) ou socorrendo alguém caído na rua. Aliás, mesmo como prefeito, ele nunca deixou de ser médico e de usar seus irresistíveis olhos claros.

#Dr #DrAluízio #Macaé

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral