Mudanças no tabuleiro


Todo mundo quis, mas só um foi de fato convidado. Após uma temporada de “selfies” e insinuações na Internet, o cobiçado PSB de Macaé parece enfim ter encontrado um paradeiro: o vereador Chico Machado (que negocia sua saída do PMDB). Para quem não lembra, o partido era tido como uma “grande força governista” após ter filiado, de uma tacada só os secretários Vandré Guimarães (Des. Econômico); Guto Garcia (Educação) e Márcio Bintencourt (diretor do HPM). A conta, ao que parece, saiu cara, pois os três ficaram sem partido, e por ora sem rumo, após o baixinho Romário (presidente estadual da sigla) dar um drible nos governistas e destituir, numa canetada só, todo o diretório local.

Após disso, começou a temporada de insinuação com políticos da oposição (como Danilo Funke) posando em fotos com o baixinho — dando a entender que iriam para o PSB. Não foram. E, na semana passada, Romário bateu o martelo, chamando Chico Machado para liderar o partido o que, de quebra, se tornar o grande opositor ao governo Dr. Aluízio. Opositor, porque Chico anda meio “arranhado” com o grupo do presidente do PMDB, Jorge Picciane, que está mais do que alinhado com o governo municipal. Com 37 mil votos nas últimas eleições para deputado, Chico é um nome que não pode ser desprezado. A novela terá mais capítulos…

#Romário #PSB #Mudanças #Macaé #Política

Visto em

© 2023 por André Luiz Cabral